20
Sep

James&Mau formam um estúdio de arquitectura onde, além de fundadores de Infiniski, tornaram realidade a concepção de uma vivenda modular de alta qualidade em Tarifa, tanto a nível arquitectónico como ambiental. Embora o mar esteja um pouco afastado da estrutura, devido à sua elevação, inclinação e disposição, como se fosse um miradouro, na Casa Tarifa consegue-se obter imagens espectaculares do magnífico horizonte. Sobre uma fundação,  que delimita a borda do projecto, deixando entre cada um dos espaços habitáveis um vazio, os arquitectos incorporaram a piscina; a branca composição recorda os volumes típicos dos montes andaluzes.

Funcionalmente,  a casa divide-se em seis estâncias. Cada uma delas fechada num único volume perfeitamente distinto do resto. Foi a distribuição proposta ao cliente, pois ele procurava algo mais que uma vivenda. Os espaços exteriores entre as “caixas” tornam-se em novos espaços habitáveis e aproveitáveis para um infinidade de utilizações: comer à sombra, descansar sobre um cómodo sofá ou simplesmente contemplar, ao fundo, o mar.

Todo o conjunto é coberto por uma pala, que permite controlar os efeitos do sol no verão e o clima no inverno, tornando-se assim um espaço muito confortável.

A importância da água em casa

A casa é rica em passeios e também em vistas da paisagem que a rodeia, existindo um elemento que se destaca: a piscina de 15 metros de comprimento por 4 metros de largura, integrada na frente dos espaços habitáveis, oferecendo uma atractiva base sobre a vegetação que se estende à sua frente e perfeitamente enquadrada na sua envolvência.

A presença da água é importante neste projecto.  É vista de quase todos os cantos da casa. Incluindo quando se está deitado no quarto principal. Importante também é a aposta pela construção industrializada. Uma estratégia cada vez mais utilizada, pois permite reduzir custos, tempo e poluição ambiental. A Casa Tarifa, é um magnífico exemplo de respeito pela arquitectura em toda a sua dimensão. Devido ao seu rigor composicional e construtivo e por demonstrar um compromisso na protecção do planeta. O seu acabamento interior é composto por isolamento de lã de ovelha, assim como painéis de fibra de celulose e gesso natural para os parâmetros interiores. A casa é aquecida com biomassa e usa painéis solares para temperar a água. Na piscina não se utiliza cloro ou outros produtos químicos para depurar e purificar a água. Cada uma destas entradas de água, entre os volumes da casa, configura um lago que contém plantas aquáticas para a depuração da água.

Fotografias: © Erika Mayer www.erikamayer.at