20
Nov

Sobreiros, carvalhos e pinheiros caracterizam a paisagem caracterizam a paisagem catalã do Parque Natural dos Gaverres onde o estúdio de Barcelona Zest Architecture reabilitou uma casa rural antiga. Neste lugar perfeito para a prática de caminhadas, a intervenção dos arquitectos devia respeitar o edifício original por exigência da normativa urbanística, ainda que, com grande acerto, conseguiu reinterpretá-lo e adaptá-lo aos tempos actuais, integrando-o cuidadosamente na zona envolvente.

As paredes da fazenda eram em pedra, pesadas como em todos os exemplos de arquitectura vernácula deste lugar. A nova casa abre essas fachadas e permite que a luz natural invada o interior através das janelas de madeira emolduradas em profundas caixas de aço corten. O contacto visual entre o novo espaço e o ambiente aumentou, enriquecendo o espaço.

Adaptada ao terreno, a partir da nova vivenda pode-se aceder ao jardim de várias formas.

Na parte inferior estão alojados os dormitórios. No piso superior, a zona de estar. A partir deste piso, também se pode aceder à piscina que se estende ao largo do terreno do jardim. A água é reciclada através de uma estação de tratamento biológico e posteriormente utilizada para regar o jardim. A piscina natural foi desenhada para não ter cloro e outros químicos, pois as plantas e os cascalhos filtram e purificam a água.

A casa foi projectada de acordo com os critérios de Passivhaus. Isso faz desta casa um lugar com baixo consumo energético. Os arquitectos forneceram um bom isolamento térmico. Isolamento que, neste caso, é cortiça, um material naturalmente extraído dessa zona. No interior, a casa foi acabada com gesso de argila. No exterior não foi pintada, acabando por deixar o material natural à vista. Os pisos são de betão,  polidos e misturados com ferrugem e acabados com cera de abelha. A casa tem uma instalação geométrica para gerar água quente e aquecimento e, é complementada com um piso refrescante para o verão.

Esta casa rural, que pode ser visualizada neste vídeo, é ideal para descansar!

Imagens: © Jesús Granada