Sem categoria / Descubra o SUP e comece a praticá-lo na sua piscina! | THE COOL POOL by Fluidra
22
Feb

Laird Hamilton já surfou em ondas monumentais. As mais perigosas e gigantescas. Águas enfurecidas que só têm acesso através de helicópteros, barcos infláveis ou num jet ski. Para atingir estas metas e, enquanto ainda não havia regras, Hamilton foi lançado para surfar numa mesa com uma pá para melhorar as suas técnicas. Hamilton criou o stand up paddling (SUP) contemporâneo.

Este desporto seria fundamental para o treino e permitiria alcançar ondas até 30 metros, como as de Jaws, uma ilha no Hawai, e para as quais se tornou um mito no mundo do surf. ” Nada o fará mais forte que surfar nas ondas grandes como no stand up paddling. Torna as suas pernas, pés e dedos estáveis e fortes.” Isto foi explicado para a revista Standup Journal, onde também detalha que as pessoas perguntavam qual era este desporto, quando o viram a practicar  no Hawai.

SUP piscina

Stand up paddling, um desporto sem limites.

Desde então, Hamilton mostrou que a prática do SUP não tem limites e já atravessou mares como o Turnagain Arm no Alasca, o Grande Canyon, o canal Inglês e ainda as ilhas do Hawai. Actualmente, o SUP, que surgiu quase por acidente, está mais popular que nunca e as modalidade são adaptadas dependendo onde é realizada a actividade: yoga, caminhadas, descidas em rios, deslizamneto nas ondas, etc. Em ambientes abertos ou fechados.

Para começar o desporto de SUP, recomendamos começar em águas tranquilas como as das piscinas, um ambiente controlado que oferece a segurança necessária, principalmente, nos primeiros dias de práctica. Porque o vento ou as condições atmosféricas podem tornar a entrada na água impossível.  Quando começa a ganhar confiança em águas estáveis, aconselhamos a experimentar as piscinas com ondas de surf!

Outras dicas principais, segundo Laird Hamilton é treinar com um instrutor, conhecer o ambiente em que estamos, manter-se num local seguro e divertir-se ao máximo: “Estar com um sorriso  respeitar o oceano ou água, anima-me”. E a si?