22
Aug

Courchevel, uma estação de ski no valle de Tarenaise (Saboya), é mais que um lugar ideal para a prática de desporto de inverno. É, por excelência, um canto nos Alpes franceses onde se pode desfrutar dos benefícios da água.

Numa paisagem escalonada de carácter tipicamente alpino, o Centro Aquático Aquamotion ocupa, desde 2015, uma plataforma com espectaculares vistas para o vale e para a panorâmica da montanha, nascendo uma aposta arquitectónica que visa aperfeiçoar em cada gesto a sua integração com a paisagem.

O grande desafio proposto pelos arquitectos, o estúdio de arquitectura alemã Auer Weber e o francês Studio Arch como equipa associada, era conseguir sob um único elemento duas zonas bem diferenciadas no que diz respeito à funcionalidade, separadas por dois pisos. Por um lado, devia projectar-se uma zona de lazer e, por outro, uma zona de relaxamento e descanso. Além disso, tudo tinha que estar alojado sob um grande elemento contínuo, que permitisse uma utilização fluida das instalações e permitisse captar a beleza da envolvência. Enquanto as instalações estão semi-enterradas, a grande cúpula mostra-se como uma grande concha que emerge do terreno e que protege o seu interior. Este grande elemento contínuo, de 80 metros de largura e 120 metros de comprimento, permite também reflectir a luz no seu interior. Pontualmente, os arquitectos desenharam uma série de conchas que se inserem na cúpula para proporcionar novas vistas desde o interior.

As saliências da cúpula atingem 17 metros em alguns pontos, o que torna este projecto num grande exercício de equilíbrio estrutural, que foi possível com a colaboração da equipa Bollinger + Grohmann. Desta forma, o edifício converte-se numa grande escultura de espaços e de luz. Estes movimentos salientes permitem ao edifício abrir-se e comunicar-se com a envolvência dos Alpes, enquanto captura uma enorme quantidade de luz natural, graças às fachadas acristaladas que encerram  o espaço interior. É impressionante desfrutar da água neste centro aquático com um manto verde ao redor no verão, que se torna branco no inverno.

Das instalações interiores destaca-se um tobogan aquático de 30 metros e outro com mais de 100 metros de comprimento, uma piscina para saltos, uma lagoa, uma piscina interior e outra exterior. No centro do complexo, foi concebida uma piscina infantil com uma concha colorida que dá as boas-vindas aos mais pequenos. Vários serviços complementares completam este paraíso aquático: uma cave escura com uma piscina de água salgada, um centro de massagem com uma variedade de tratamentos e um espaço que se abre desde as saunas e os banhos turcos, assim como uma piscina exterior de água fria.

Cada canto conta com um design único e específico. Uma conexão subterrânea desde o centro aquático até ao parqueamento proporciona o máximo grau de conforto aos hóspedes.

Fotografias: © Aldo Amoretti, Barcelona, Spain www.aldoamoretti.com